A vitória sobre o EU: Vencer a morte e a vida

                             A VITÓRIA SOBRE O EU:  VENCER A MORTE E A VIDA

“Estou crucificado com Cristo e já não vivo eu, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a na fé do Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.”       (Gl 2:20)

     Nós vencemos a morte com o sacrifício de Jesus na cruz do Calvário e sua ressurreição ao terceiro dia! Nós vencemos a vida quando esse Cristo ressurreto vive plenamente em nós. O mundo precisa vencer a morte; no entanto, a Igreja precisa vencer a vida. 

     Nós não somos salvos pelas boas obras, somos salvos pela graça do nosso Senhor Jesus! Cremos no nosso espírito que o sacrifício dele nos dá a vida! Por isso, viveremos eternamente com Ele. Jesus disse “Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá, e todo aquele que crê em mim, nunca morrerá. Crês nisso?” (Jo 11:25-26). Essa é uma esperança gloriosa do cristão! Essa é a mensagem evangelística que precisamos propagar ao mundo!

     O que muitos têm dificuldade de entender, é que depois que uma pessoa conhece a Cristo, ela deve avançar na caminhada. Temos um destino glorioso e eterno junto dele! Para que isso aconteça, o Senhor nos prepara e nos lava a fim de sermos apresentados a Ele mesmo. Paulo diz em Efésios: “Cristo amou a Igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para a santificar, purificando-a com a lavagem da água pela palavra” (Ef 5:25-26). O Senhor está voltando, isso é um fato! Nesses últimos dias dessa era, como Igreja, estamos sendo desafiados a intensificar a evangelização, propagando o amor de Deus aos povos que ainda não o conhecem, e também a crescermos no conhecimento, estatura e graça diante do Senhor, se submetendo à essa lavagem pela Palavra!

     É aí que entramos nesse tema. Não podemos nos apegar à vida! Como se isso fosse a última coisa que temos. O mesmo apóstolo Paulo diz que se esperamos em Cristo somente nessa vida, somos os mais miseráveis de todos os homens! Que tristeza ver alguém que tem tudo o que o mundo pode dar, e ainda assim, na realidade, ser apenas um miserável! Por que? Porque se não conseguimos vencer a vida, nunca experimentaremos de verdade os reais tesouros que têm sido reservados para nós. O maior tesouro é a vida de Cristo em nós e, este tesouro cresce, à exata medida que nós nos desapeguemos aos "negócios dessa vida". 

     Há muitos ensinando a Igreja a vencer NA vida. Muitas palavras sobre conquista, vitórias, portas que se abrirão... Mas não se vence NA vida sem antes vencer A vida. Aqueles que só esperam os benefícios dessa vida nunca irão se saciar dela. Sempre vão querer mais e mais! São como o jovem rico, que tinha tudo o que queria, se esforçava para fazer o que era certo, mas não conseguir resolver o seu grande problema: o vazio na sua alma. Tinha tudo, mas no profundo do seu coração, ainda lhe faltava a Vida Eterna. Venceu na vida, mas não tinha a verdadeira vida em si. Tinha tudo e não tinha nada. Jesus diz a Ele, vai, vende tudo o que você tem, dá aos pobres, e me segue. Em outras palavras: Vai, vende tudo o que tem, dá aos pobres, e EU vou ser o seu real tesouro. A minha vida vai entrar em você! Isso é reino dos céus!

     Não se tem a vida eterna somente vencendo a morte, mas também vencendo a vida!

     As palavras de Paulo são fortes demais! “Já estou crucificado com Cristo! E agora Ele vive em mim”. Quantos de nós podemos falar isso? Não se trata de pegar as palavras de Paulo e repetir, mas de ter isso como uma realidade em nossa vida! Paulo venceu o amor pela vida através da vida de Cristo nele.

“O mistério que esteve oculto durante séculos e gerações, e que agora foi manifesto aos seus santos. A eles, Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória” (Cl 1:26-27)

     Que Cristo habite em nossa vida plenamente. Que a vida que vivemos, não mais vivamos para nós mesmo, mas para Ele! Que as nossas prioridades, nossos valores, nossos corações, não estejam naquilo que é passageiro, mas no que é eterno! Assim, só assim, poderemos levantar a nossa cabeça e ter esperança na glória, esse mistério tremendo, que Deus revelou aqueles que o amam, e que em breve, muito em breve mesmo, será manifestado! Deus abençoe!

Pr Marcos Reis