Justiça e Juízo - A Luz do Mundo

                                             JUSTIÇA E JUÍZO - A LUZ DO MUNDO

“Vós sois a luz do mundo. Uma cidade edificada sobre um monte não pode ser escondida. Igualmente não se acende uma candeia para colocá-la debaixo de um cesto.  Ao contrário, coloca-se no velador e, assim, ilumina a todos os que estão na casa.  Assim deixai a vossa luz resplandecer diante dos homens, para que vejam as vossas obras e glorifiquem o vosso Pai que está nos céus.” (Mt 5:14-16)

     O Senhor quer que entendamos, na plenitude, essa realidade, para que vivamos a sua inteira e gloriosa vontade. Este é especialmente um texto maravilhoso, porque trata da maneira e do plano de Deus em se expressar ao mundo através de nós, a vida de Cristo transformando simples homens, em expressão da Sua glória e governo! Quando se edifica uma cidade sobre um monte, é impossível que ela seja escondida! A obra maravilhosa de Deus na vida do homem não é uma obra interna somente, ainda que isso seja muito importante! É também uma obra de exposição da Sua glória! Todos verão a glória de Deus através de nossas vidas transformadas por Ele!

     Ele vai além, fala sobre a candeia, que tem um propósito de acender e iluminar o ambiente. Não se acende uma candeia e se coloca debaixo da mesa. Se a candeia é acesa será colocada de maneira tal que todo o ambiente seja transformado, iluminado. Nós não fomos chamados para iluminar o que já é iluminado! Se está escuro, não criticamos, iluminamos! Esse é o papel de uma igreja gloriosa. 

     A nossa luz tem o propósito de manifestar a glória de Deus. A Igreja é como a Lua e Cristo é como o Sol. A lua é chamada para iluminar as trevas da noite, porém o seu brilho não é próprio, ela "apenas" reflete a luz do Sol, que simplesmente se recolheu para que ela cumprisse seu papel. Mas, na manhã seguinte, quando o Sol nascer, a Lua irá com toda a humildade se colocar no seu lugar. Manifestando a glória de Deus, somos uma Igreja que, com humildade, e entendimento, iluminamos as trevas ao nosso redor, não por nossa capacidade, mas porque refletimos o brilho de Cristo. 

     Jesus nos dá uma Palavra no mínimo intrigante: Deixai a vossa luz resplandecer”. O que isso significa? Sabemos que temos essa luz vinda de Jesus, mas o alerta é muito sério: Podemos, de alguma forma, fazer com que isso fique escondido. Podemos impedir dela se manifestar! Por isso Jesus manda que não impeçamos! O reino de Deus, que está dentro de nós, precisa ser expandido para fora! Aí sim, tudo passa a ter um significado! Se dissermos que temos luz mas não a manifestamos, algo está definitivamente fora do lugar. 

“A cidade também não necessita do sol nem da lua, para que brilhem sobre ela, pois a plena Glória de Deus a ilumina e o Cordeiro é a sua Lâmpada. As nações andarão sob a luz dessa cidade, e os reis da terra lhe trarão as suas riquezas” (Ap 21:23-24).

     E mais:

Assim, já não haverá noite, nem necessitarão eles de luz dos candelabros, nem da luz do sol, pois o Senhor Deus os iluminará, e eles reinarão para todo sempre” (Ap 22:5)

     O que já é na eternidade, precisa ser manifestado desde já: Deus é a Luz, o Cordeiro é a expressão dessa luz, Sua Lâmpada e nós, seus filhos, somos a manifestação dessa luz diante do mundo! Que Deus te abençoe!

Pr Marcos Reis