Os sinais do Reino - Todo o Poder

                                           OS SINAIS DO REINO – TODO O PODER

 

“Chegando-se Jesus, falou-lhes dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra”. (Mt 28:18)

     Existe algo que precisa ser de total entendimento dos filhos de Deus: Jesus tem TODO poder. Geralmente temos problemas com algumas palavras da Bíblia, e, sem dúvida a palavra “todo” ou “tudo” é, às vezes, mal interpretada. Pensamos, por vezes, que o “tudo” não é tanto assim. Infelizmente, é muito comum vivermos, mesmo sendo filhos de Deus, sem a completa satisfação da realidade dessa paternidade em nós. Aprendi que não devo orar e pedir que Deus me abençoe, simplesmente porque Ele já nos abençoou com TODAS as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo (Ef 1:3). Como eu posso pedir a Deus algo que Ele já me deu? Ou pior: Como não se sentir totalmente satisfeito, uma vez que Ele já nos abençoou? Para Deus, TUDO é exatamente TUDO. Não há espaço para mais ninguém; para mais nada. Ele é o Deus que nos completa totalmente.

     Vemos muitos dizer que o diabo tem autoridade na terra. Não tem. É verdade, que o mesmo diabo, no episódio da tentação de Jesus, ofereceu algo a Jesus, pois, naquele momento, tinha autoridade sobre o que oferecia. O que precisamos entender, de uma vez por todas, é que, na cruz do Calvário, na vitória de Jesus sobre a morte, Ele recebe todo o poder, sobre tudo e todos. Ele mesmo nos diz que, TODA a autoridade e poder pertence a Ele, nos céus e na terra. Uma verdade absoluta que não pode passar desapercebida, é que o homem, mesmo o que ainda não é nascido de novo, não precisa “fazer com que Jesus seja o seu Senhor”; pois, Jesus JÁ É o Senhor de tudo. “Portanto, saiba com certeza, todo o Israel, que a este Jesus, a quem crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo” (At 2:36). O que devemos sim, é submeter-nos a esse senhorio, que já existe, e, assim, experimentarmos a gloriosa obra que Ele tem em nossas vidas. Uma vez que Ele, o Cristo, tem todo o poder, não sobra absolutamente nenhum poder para o diabo, como vimos, e muito menos para os homens. Não há homens poderosos na Terra. Essa é uma verdade incontestável e será muito em breve manifestada. Todos os homens são nada diante do Senhor!

     Jesus profere estas palavras e logo depois comissiona os discípulos a irem e fazerem discípulos de todas as nações, os batizando, ensinando, enfim, manifestando o reino de Deus na terra. Nenhum homem é enviado porque é poderoso; uma vez que Jesus tem todo o poder, não sobra nada para o homem! Que gloriosa verdade, saber que não preciso ser poderoso para ser enviado; que não precisamos ter talentos especiais para manifestar o reino de Deus; mas que basta nos submetermos a Ele e ir, porque Ele é conosco! Não se trata do nosso talento ou falta dele, mas daquele que nos envia e vai conosco. Se vemos o serviço; ou seja, o ministério, desta forma, tudo fica mais fácil e simples. Estamos indo em frente na autoridade de Jesus; no poder do Cristo ressurreto; no nome daquele que tem simplesmente e absolutamente todo o poder e autoridade nessa Terra. Glórias a Deus!

     Como podemos perceber, não há espaço para desculpas como: “não temos condições de fazer”. Não há desculpas para não responder ao chamado. Dizemos: Não tenho condições de fazer, não estou capacitado! Ótimo! Estranho e perigoso seria se tivéssemos alguma coisa. Definitivamente não temos, só Ele tem! Não sobrou nada para nós ou para qualquer demônio ou adversário que esteja a nossa frente. Nós vamos, e seremos bem-sucedidos, em curar os enfermos, expulsar os demônios, libertar os cativos, alimentar os famintos, exatamente por causa da nossa incapacidade. A incapacidade nos leva à submissão aquele que é digno e Todo-Poderoso. A incapacidade não é desculpa, mas o segredo de cada ministro; de cada servo que decidiu obedecer. O Senhor escolheu os que não são; os incapacitados, para que a glória seja somente dele.

     Cada demônio, cada enfermidade, cada calamidade ou obstáculo, está pronto para cair diante da manifestação do poder do Senhor Jesus. Quando aquele que é poderoso chega, Ele assume o governo do lugar. Os “antigos moradores” são obrigados a lhe entregar as chaves do lugar. Ele é o Senhor! É exatamente esta, a mensagem do evangelho: Jesus é o Senhor, o reino dos céus é chegado, caiam por terra todos os que se achavam poderosos. Esse é o ano aceitável do Senhor! Esta é a nossa mensagem. Não se trata de nossa capacidade, ou talento. Não temos ou somos nada sozinhos. Somos tudo, quando estamos com Ele. Você e eu não precisamos ser poderosos, nem fomos chamados para tal. Não existe nenhum poder à disposição de absolutamente ninguém, nem no céu, nem na terra. Todo o poder foi dado, por direito, ao Rei dos reis e Senhor dos senhores: Jesus, o Cristo. E, é nesse nome, que nós vamos e manifestamos o reino dos céus com os sinais poderosos do Senhor! Deus nos abençoe.

Pr Marcos Reis