Glória ao Invés de Cinzas - Um Só Povo

GLÓRIA AO INVÉS DE CINZAS – UM SÓ POVO     

“Quando lerdes o que escrevi, podereis perceber a  minha compreensão do mistério de Cristo, o qual em outras gerações não foi manifestado aos filhos dos homens, como agora foi revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas. O mistério é que os gentios são co-herdeiros e membros do mesmo corpo e coparticipantes da promessa em Cristo Jesus pelo evangelho” (Ef 3:4-6)

     Por que a igreja deve se unir aos judeus? Por que, como igreja, cremos que das cinzas virá a glória? Por que uma boa parte da igreja de Cristo não tem a mínima noção da importância dos judeus no cumprimento do mistério de Cristo? Bem, primeiro precisamos entender o que, ou quem é, o mistério de Cristo. O que significa esta expressão, mistério de Cristo: Cristo é o mistério de Deus, ou seja, a revelação de Deus. Ele estava com Deus, no princípio, era Deus, e, então, veio habitar entre nós para que víssemos a glória do Pai. Logo, o mistério de Cristo, é a Sua Esposa, Sua Igreja, por quem Cristo será glorificado: “Quando Ele vier, será glorificado nos seus santos” (II Ts 1:10). Paulo diz que essa Esposa, ou seja, esse mistério, é composto por Israel e pelos gentios, unidos num só corpo, debaixo de um único Cabeça.

     Voltaremos a ver isso em Apocalipse na descrição a respeito da Esposa, que é a Cidade Santa, a Nova Jerusalém: “Tinha grande e alto muro com doze portas, e nas portas doze anjos, e nomes escritos sobre elas, que são os nomes das doze tribos de Israel” (Ap 21:12) e “O muro da cidade tinha doze fundamentos e neles estavam os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro” (Ap 21:14). A Esposa Única! Israel e a Igreja como um só povo!

     O que aconteceu no Holocausto, há quase 70 anos, como nossos irmãos, não pode ser esquecido e negligenciado pela Igreja do Senhor. É verdade que eles não tem o entendimento do Messias, mas, também é verdade que foi Deus quem os cegou para que nós, gentios, pudéssemos ser salvos: “Como está escrito: Deus lhes deu espírito de entorpecimento, olhos para não ver e ouvidos para não ouvir, até o dia de hoje” (Rm 11:8), ou ainda, “Não quero irmãos, que ignoreis este segredo (para que não se tornem presunçosos), que o endurecimento veio em parte a Israel, até que a plenitude dos gentios tenha chegado” (Rm 11:25). Amados, foi através do endurecimento dado por Deus a eles, que nós fomos salvos. Mas o próprio Deus promete que vai os resgatar de todas as nações para a sua própria terra.

     O mais tremendo disso tudo é que esse retorno, ou seja esta restauração da glória através das cinzas do Holocausto, precisa ser visto por nós como o sinal mais forte do fim dessa era e do retorno do nosso Senhor e a manifestação do Seu Glorioso Reino.

     Nós estamos no tempo exato da troca de um rei, já se vão quase setenta anos desde à histórica restauração do Israel moderno em 1948 e isto precisa ser visto com seriedade para quem quer entender os tempos: “Naquele dia Tiro será esquecida por setenta anos, a duração dos dias de um rei. Mas no fim desses setenta anos, acontecerá a Tiro como na canção da prostituta” (Is 23:15). A Bíblia fala que os ganhos mal adquiridos de Sião (aqui tipificado por Tiro) serão consagrados ao Senhor: “Levante-te e debulha, ó filha de Sião, porque eu farei de ferro o seu chifre e de bronze as tuas unhas; despedaçaras muitos povos. Os seus ganhos mal adquiridos serão consagrados ao Senhor e os seus bens ao Senhor de toda a terra” (Mq 4:13)

     Cremos que estas são profecias sobre o cativeiro babilônico, ao qual a Judá, o reino do Sul, viveu em setenta anos de sua existência, são figuras dos tempos do fim, conforme o próprio Isaías relata no final deste capítulo: “Contudo o seu comércio e o seu ganho será consagrado ao Senhor; não se entesourará nem se fechará. O seu comércio será para os que habitam perante o Senhor, para que tenham comida em abundância e vestes finas” (Is 23:18). Juntamente com isso, estamos vivendo em 2017 o jubileu de Jerusalém restaurada em 1967! Não podemos ser conclusivos, mas sem dúvida, estamos sendo avisados sobre o tempo do Senhor através da restauração de Israel a partir das cinzas do Holocausto. Estejamos atentos e alinhados com o Senhor e com nossos irmãos, Israel.

Pr Marcos Reis


RUA JOSÉ PINTO, 10 - SÃO BENTO - DUQUE DE CAXIAS - RJ